Group enjoying the Belize Boat Party Group enjoying the Belize Boat Party Group enjoying the Belize Boat Party Group enjoying the Belize Boat Party

Grutas e Costa do Benagil de Vilamoura

Veja o vídeo para este passeio:

Explore a bela costa do Algarve partindo da marina de Vilamoura e explorando o oeste, incluindo as famosas grutas de Benagil.

Este novíssimo catamarã (2018) oferece o cenário perfeito para um cruzeiro que você não esquecerá. A capacidade legal é de 115, no entanto, o capitão tomou a decisão de limitar a 100 para garantir o máximo conforto e espaço para os passageiros. O barco está bem equipado com instalações de alta qualidade, um bar e WC.

Além de explorar as grutas e formações rochosas, também terá a oportunidade de provar algumas iguarias doces tradicionais durante o cruzeiro.

Adultos 35€
Crianças (3-12 anos) 17,50€

Reserve já o seu lugar! Os lugares são limitados pelo que é importante reservar o quanto antes

Tipo de Bilhete Preço Carrinho
Grutas e Costa do Benagil 35.00

Selecionar opções

 

Referência X387

Todas as reservas são sujeitas a confirmação e disponibilidade.

Relatório de viagem do escritor Vicente Lourenço do Algarve Fun. Tendo passado a maior parte da sua vida no Algarve, Vicente conhece a maior parte dos seus segredos e adora partilhá-lo com os recém-chegados. Ele gosta de viajar,desportos ao ar livre e comida exótica.

O Algarve é uma das regiões turísticas mais conhecidas do mundo, não só por causa do seu fantástico clima, mas também por causa da sua deslumbrante costa recheada de rochedos, grutas, penhascos e praias. A juntar às espectaculares formações rochosas, estende-se um mar de águas cristalinas que convida a um passeio de barco para desvendar os seus segredos. Felizmente existem várias empresas que organizam viagens de barco pela costa algarvia a partir da Marina de Vilamoura, proporcionando uma experiência inesquecível aos milhares de turistas que visitam a região todos os anos.

A Costa Algarvia

Cheguei à Marina de Vilamoura meia-hora antes da partida do barco, tal como é pedido aos passageiros, e fiquei a observar os vários barcos que ultimavam preparativos para as suas respectivas viagens. Pouco tempo depois pude subir a bordo do “meu” navio. A embarcação dispunha de um largo convés com sofás forrados ao longo da amurada e um espaço amplo no meio para que os passageiros se pudessem movimentar à vontade. Foi-me oferecido um copo de vinho branco (para as crianças havia sumo de frutas) e, assim que os motores do barco começaram a funcionar, o capitão dirigiu-se aos passageiros e apresentou o navio, explicando quais os procedimentos de segurança a adoptar no caso de ocorrer um qualquer imprevisto, bem como os membros da tripulação. A embarcação tem também um bar onde são servidas bebidas e comida e casas-de-banho.

Entre os membros da tripulação contava-se um biólogo marinho. A presença do biólogo marinho visa ajudar os passageiros a perceber melhor quais as diferentes espécies de animais marinhos que podem encontrar nos mares do sul de Portugal. O biólogo marinho acabou por ajudar os passageiros a compreender o comportamento do grupo de golfinhos roazes com que nos deparámos durante a nossa viagem. Após cerca de trinta minutos de viagem, um grupo de golfinhos começou a seguir o barco em que eu estava e a saltar para fora de água. A sua natureza curiosa leva-os a aproximarem-se das embarcações. Para além de golfinhos, por vezes é possível encontrarem-se baleias ou até orcas, e existem viagens de barco que visam precisamente levar as pessoas aos melhores locais para poderem ver esses grandes cetáceos. Depois desta encantadora surpresa, prosseguimos viagem.

A encantadora surpresa

A primeira gruta que visitei foi a Gruta das Andorinhas, também chamada de Ninho das Andorinhas, uma vez que se trata de uma gruta sem luz no seu interior, ideal para as andorinhas nidificarem. De seguida passámos pela Capela de Nossa Senhora da Rocha, construída no século XVII em cima de um lindíssimo promontório, e que é muitas vezes utilizada para celebrar casamentos.

Capela de Nossa Senhora da Rocha

Depois de nos cruzarmos com o célebre navio Amorita, o navio utilizado pelo ex-ditador cubano Fulgencio Batista, seu antigo dono, para fugir de Cuba e vir para Portugal, chegámos a uma das formações rochosas mais conhecidas do Algarve – a rocha Submarino Amarelo. Com o aspecto de um submarino à tona da água, esta é uma das rochas mais bizarras da costa algarvia, atraindo várias centenas de turistas.

Rochedo Submarino Amarelo

Vi também a Gruta dos Pássaros que, à semelhança da Gruta das Andorinhas, não tem luz natural, sendo portanto usada por várias espécies de aves para construírem os seus ninhos. É na extremidade de uma das rochas que formam a Gruta dos Pássaros que se encontra o mítico perfil do Rei Neptuno. Esta rocha com o aspecto do perfil de um ser humano há muito que tem encantado marinheiros e pescadores, os quais julgam na rocha uma escultura do Deus dos oceanos, o Rei Neptuno.

Rei Neptuno

Vi igualmente a famosa pedra Arco do Triunfo, assim denominada porque se parece com o monumento parisiense Arco do Triunfo. Seguidamente a embarcação parou na Gruta do Capitão, onde uma enorme rocha faz lembrar a cabeça de um crocodilo, e foi-nos mostrada a Praia do Cupido, uma das praias mais bonitas do Algarve, com uma areia fina e dourada, que se encontra muitas vezes deserta uma vez que só é acessível de barco. A Praia do Cupido é por vezes usada para fazer bodas de casamento por causa do seu aspecto paradisíaco e da sua localização remota.

Arco do Triunfo.

A última gruta a ser visitada é também a mais conhecida do Algarve – o Algar de Benagil, também denominado Catedral de Benagil por causa dos arcos que lembram uma catedral. Esta lindíssima gruta foi considerada a 15ª gruta mais bonita do mundo pelo Guia Michelin e o Windows 10 usou uma foto da gruta para criar um wallpaper. É difícil descrever a explosão de sensações que me invadiu quando vi esta gruta pela primeira vez. O seu tamanho monstruoso, a panóplia de cores que vibram no seu interior e a praia que alberga são algumas das características que a tornam num marco imperdível.

Gruta de Benagil

No regresso, o barco fez uma paragem, no mar, perto de Albufeira, para que os passageiros pudessem mergulhar. A paragem para nadar foi a maneira perfeita de terminar uma tarde incrível. No total a viagem demorou quatro horas, mas pode acontecer que a viagem tenha uma duração ou um percurso diferente por causa do tempo atmosférico e das marés.

Tenha em atenção que no caso de estar a planear fazer uma viagem de barco de Vilamoura para ver golfinhos, deve marcá-la com antecedência, uma vez que a maior parte das viagens se encontra lotada com mais de uma semana de antecedência. Para além desta viagem, a Algarve Fun oferece ainda várias viagens de barco a partir da Marina de Vilamoura.

Coloque uma Questão ou Verifique Disponibilidade para este Passeio

Registe-se já GRATUITAMENTE e receba o nosso guia PDF com 32 páginas sobre as principais Atrações, Festivais, e Eventos no Algarve que irá adorar! Também o manteremos actualizado com informações sobre o Algarve e claro pode cancelar a inscrição a qualquer momento!



Siga-nos