Group enjoying the Belize Boat Party Group enjoying the Belize Boat Party Group enjoying the Belize Boat Party

Passeios para observar a vida marinha selvagem

Veja o vídeo para este passeio:

Sumário do Passeio:

O melhor deste passeio: Há sempre um biólogo marinho a bordo que explica aos passageiros as diferentes espécies marinhas que podem ser observadas. Esta viagem está inserida num programa de educação ambiental que inclui um vídeo da viagem que é oferecido aos passageiros após o passeio.

Local de partida: Ferragudo.

Rota: Não há rota definida, o barco vai para as zonas onde os cetáceos se encontram.

Duração: 3 horas.

Probabilidade de ver golfinhos: A taxa de sucesso de 2016 foi 97%. Há garantia de avistar golfinhos, os passageiros podem remarcar a viagem gratuitamente ou receber um reembolso de 100% se não avistarem golfinhos.

Sumário do Barco:

O melhor deste barco: É um semi-rígido, rápido, estável e seguro.

Tipo: Semi-rígido.

Motor ou Vela: Motor.

Capacidade máxima: 12 passageiros +2 staff.

Venha admirar uma grande variedade de exemplares da vida marinha selvagem existente na costa do Algarve, participando num passeio de barco que o irá conduzir junto do habitat natural de espécies como golfinhos ou um género de baleias.

Embora os golfinhos sejam a atração principal deste tipo de passeios, neste o objetivo é, também, poder observar outras “estrelas” da vida selvagem presentes no mar do Algarve, tais como a baleia anã, o tubarão azul, a orca, e outros.

Os organizadores tiram benefício da experiência dos pescadores locais para poderem levar os participantes a locais que só eles conhecem, oferecendo a garantia de que, durante as três horas do passeio, serão avistados golfinhos, e em caso de tal não ocorrer é dada a possibilidade de repetir o passeio noutra data.

Estes inesquecíveis momentos podem depois ser revividos através de um vídeo do passeio, que inclui filmagens subaquáticas, que pode adquirir no fim da excursão para depois ter a oportunidade de partilhar com a família e os amigos esta espantosa experiência.

Reserve o seu lugar com um pequeno depósito apenas! Os lugares são limitados pelo que é importante reservar o quanto antes.

Tipo de BilhetePreço
Adulto65.00€
Criança (4-11)45.00€
Infantil (0-4)Gratis

 

Tipo de BilhetePreçoCarrinho
Observação da vida marinha selvagem65.00

Ler mais

 

Todas as reservas são sujeitas a confirmação e disponibilidade.

Referência X113

Relatório de viagem da escritora do Algarve Fun Sara Fernández. Sara é uma bióloga marinha e amante do mar que mora no Algarve e passou muito tempo a trabalhar em barcos de observação de golfinhos. Continuamente impressionada com estas criaturas magníficas, ela acredita firmemente que o turismo é uma ferramenta poderosa para a conservação. Adora velejar, mergulhar e mostrar aos nossos visitantes a espetacular vida marinha do Algarve.

O passeio da Vida Selvagem Marinha demorou 3 horas. Conheci o guia em Ferragudo quando cheguei e fazia o check-in. O nome dela era Maria. Ela é uma bióloga marinha que foi muito simpática e carismática. Ela ajudou-me a mim e ao resto dos passageiros a colocar os coletes salva-vidas e nos acompanhou até o final do cais quando o barco chegou. O barco era um poderoso barco RIB chamado Eco Explorer; um nome ideal! Carlos era o capitão, um jovem pescador que trabalha no turismo nos últimos anos. Ele é de Portimão e então conhece todos os segredos do mar algarvio.

Uma vez que estávamos todos a bordo, Maria fez o briefing de segurança e foi uma agradável conversa informativa para definir as expectativas. Claro, todos nós precisávamos de entender que os animais são selvagens e vivem no mar aberto e que a tripulação não usa nada além dos seus olhos e a sua experiência para encontrá-los, então aqui a paciência é a chave.

Fomos então em direcção ao mar aberto, para o grande azul! Maria foi para a parte de trás com Carlos e ambos começaram a procurar por os animais. Logo após a partida, o rádio tocou e Carlos acelerou. Isso significava que outro barco de observação de golfinhos tinha encontrado golfinhos e tinham nos dado a sua posição! Aparentemente, eles trabalham dessa maneira para facilitar a tarefa. Em 10 minutos chegamos a um ponto onde estavam outros dois barcos e rapidamente vimos um grupo de golfinhos. A Maria estava a filmar tudo com uma GoPro e ao mesmo tempo explicava que eles eram da espécie de golfinhos comuns. De seguida, ela pegou numa espécie de bastão de alumínio e conectou a GoPro para filmar debaixo d’água. Ela falou sobre a biologia e alguns aspectos interessantes desta espécie e apontou para um golfinho bebe que estava a nadar ao lado da sua mãe. O verão é a época de reprodução para a maior parte da vida marinha que podemos observar aqui, então as hipóteses de ver golfinhos bebes em um passeio são altas. Este grupo de golfinhos parecia ser muito sociável e até se aproximavam do barco. Nós estávamos tão perto dos golfinhos! Foi um momento mágico.

Após cerca de 20 a 30 minutos de observação do grupo, a Maria sugeriu seguir em frente para  continuarmos em busca de outros animais.

Carlos decidiu seguir para sul, em direcção ao desfiladeiro de Portimão. Este é um lugar muito especial onde a ocorrência de mamíferos marinhos é ligeiramente maior que em outros lugares. Este desfiladeiro submarino começa a 100m de profundidade e está localizado a 19 quilómetros da costa. A partir dos 100m de profundidade, de repente, cai para os 2000m de profundidade mais para o sul. Há um fenómeno físico aqui chamado de ressurgência que torna a água muito rica em nutrientes. Este fato estimula a cadeia alimentar e, portanto, muitos predadores de topo vêm aqui para se alimentar. Essa é também a razão pela qual podemos ver vários barcos a pescar nesta área.

Passamos bastante tempo à procura e o esforço foi recompensado. À nossa frente, vimos algo muito rápido na superfície que de seguida desapareceu. Carlos diminuiu a velocidade até parar o barco. Todos estavam empolgados a olhar em todas as direcções. A Maria disse nos que poderia ter sido uma baleia, mas que estava longe do barco. As baleias podem prender a respiração por muito tempo debaixo d’água. A espécie mais frequente que se vê nesta região é a baleia-anã e geralmente é vista sozinha. Nunca há uma garantia de ver as baleias devido ao hábito de mergulho e a população aqui também é migrante. Mas, num dia de sorte, ainda tem uma possibilidade! Depois de alguns minutos, alguém no barco gritou “baleia” apontando para um dos lados do barco. Carlos acelerou e todos se sentaram novamente. Nós chegamos à baleia. A Maria estava tão animada quanto nós. Era, de facto, uma baleia minke! Tinha as suas manchas brancas características nas barbatanas. Desapareceu novamente. O barco parou e esperamos que a baleia voltasse a aparecer. Isso aconteceu alguns minutos depois. Maria falou-nos de tudo o que sabia sobre estas grandes criaturas. Foi uma observação  muito especial, embora tenhamos desfrutado por apenas alguns segundos.

Ficamos no mesmo lugar por um tempo para ver a baleia mais algumas vezes e depois continuamos. Ainda tínhamos algum tempo à frente, mas estávamos bem longe da costa, então voltamos para Ferragudo, com a esperança de encontrar algo mais a caminho.

Até digo que nós tivemos sorte neste dia, a segui nós vimos um grupo de golfinhos de nariz de garrafa! O barco diminuiu a velocidade e Maria começou a filmar debaixo d’água. Ela conversou connosco sobre os diferentes comportamentos dos golfinhos. Ela até os comparou com as pessoas: alguns dias são mais sociais ​​e alguns dias apenas querem ficar sozinhos. Este grupo estava a viajar muito depressa e não parou para nós. Podemos, no entanto, apreciá-los por algum tempo e admirar a sua beleza. Nós conseguimos ver que eles eram muito maiores que os golfinhos comuns!

Infelizmente, o tempo estava a acabar e regressámos a Ferragudo. De volta no escritório, Maria reproduziu o vídeo e pudemos assistir à filmagem subaquática da viagem enquanto tomamos um café e chá com biscoitos que foram preparados para nós. A Maria fez uma sessão de esclarecimento surpreendente e informativa, a explicar todos os aspectos sobre os mamíferos marinhos, os ecossistemas marinhos do Algarve e na sua conservação e os problemas que enfrentam devido à actividade humana. Eu realmente gostei desta conversa e realmente acredito que programas educacionais como este deveriam acontecer com mais frequência.

O Passeio para observar a vida marinha selvagem foi uma excelente viagem e fico muito grato à Maria, e ao Carlos e ao resto da equipa por a tornar tão especial!

Coloque uma Questão ou Verifique Disponibilidade para este Passeio

Registe-se já GRATUITAMENTE e receba o nosso guia PDF com 16 páginas sobre as principais Atrações, Festivais, e Eventos no Algarve que irá adorar! Também o manteremos actualizado com informações sobre o Algarve e claro pode cancelar a inscrição a qualquer momento!

Este site é protegido por reCAPTCHA e a política de privacidade do Google e os Termos de Serviço são aplicáveis.

Siga-nos